CATEGORIAS

Quais são as novas regras de bagagens ANAC

Veja como funcionam as novas regras de bagagens despachadas divulgadas pela ANAC

Divulgadas pela ANAC no ano passado, as novas regras de bagagens despachadas começaram a vigorar em março deste ano. Junto das novas regras de bagagens, vieram também novas dúvidas e receios antigos sobre o futuro da aviação civil brasileira!

Na teoria, a nova regulamentação da ANAC pretende representar um importante avanço para o setor, proporcionando preços de passagens aéreas mais em conta, além de permitir a criação de companhias low cost no Brasil.

Na prática, o que impera ainda é um certo ar de dúvida sobre os benefícios da franquia de bagagem paga, além das outras normas regulamentadas pela Agência Nacional de Aviação Civil.

Para tantas dúvidas, trouxemos respostas! Confira aqui o post exclusivo que a Viajar Turismo trouxe para te ajudar a entender mais sobre as novas regras de bagagens ANAC. Fique por dentro de todas as mudanças no cenário de aviação brasileira e não passe aperto na hora de voar!

Entenda o que são regras de bagagens?

Regras de bagagens são normas regulamentadas pela ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil, juntamente com a CGT – Condições Gerais de Transporte, no intuito de operacionalizar o processo de despacho de bagagens em aeroportos brasileiros.

As regras de bagagens ANAC, determinam os processos como: franquia de bagagem obrigatória, limite de bagagem de mão, indenização em caso de perdas e extravios, dentre outras.

Com as novas regras de bagagens despachadas, a ANAC determinou a não obrigatoriedade da franquia gratuita em voos nacionais e internacionais. Sendo assim, a parte de março de 2017, os passageiros começam a pagar pelas bagagens despachadas, com exceção da bagagem de mão, que passa a ser de 10 kg.

Quando começam a valer as regras de bagagens divulgadas pela ANAC?

As novas regras de bagagens ANAC já estão em vigor no país, desde o dia 14 de março de 2017. Vale lembrar portanto, que todas as passagens aéreas compradas à partir deste dia, já estão sujeitas a nova regulamentação.

No entanto, passageiros que compraram suas passagens aéreas antes do período acima, terão mantidas as regras de bagagens despachadas anterior, não importando qual seja a data de seu voo.

Como ocorrerá a cobrança por bagagens despachadas pelas novas regras da ANAC?

A cobrança por bagagens despachadas será feita para bagagens acima de 10 kg. O passageiro deverá informar, no ato de sua compra, se irá viajar com bagagem ou não. Algumas companhias aéreas prometem descontos para passageiros que viajarem somente com a bagagem de mão. Caso o mesmo opte por isso, terá direito a uma mala, mochila ou bagagem pequena de até 10 kg.

As novas regras de bagagens ANAC, seguem um modelo já utilizado há muito tempo no exterior. Esse modelo de cobrança por bagagens despachadas é amplamente utilizado internacionalmente, podendo oferecer vantagens realmente interessantes aos passageiros.

A expectativa dos órgãos regulamentadores é que os preços de passagens caiam de forma significativa. Há também um palpite sobre a concorrência de companhias low cost chegando ao Brasil, o que pode ser realmente benéfico do ponto de vista econômico para os passageiros.

Entenda como funcionam as novas regras de bagagens da ANAC
viajar-turismo-inteligente-belo-horizonte-minas-gerais-novas-regras-bagagens-despachadas-anac-03
Bagagens despachadas

Anteriormente: existia uma franquia de bagagem obrigatória, que contemplava uma mala de até 23 kg para voos nacionais e duas malas com até 32 kg.

Agora: não existe mais a franquia obrigatória. Cada companhia aérea pode cobrar pelas bagagens despachadas de acordo com seus próprios critérios.

Bagagens extraviadas

Anteriormentebagagens despachadas que eram extraviadas, recebiam uma indenização em até 30 dias após a reclamação do passageiro.

Agora: com as novas regras de bagagens ANAC, a indenização por extravio ou perda é feita em até 7 dias após a reclamação do passageiro.

Como são as novas regras de bagagens para bagagem de mão

Anteriormente, os passageiros podiam embarcar na aeronave com uma bagagem de mão, pequena e de até 5 kg, além das bagagens despachadas no bagageiro. Com as novas regras de bagagens, cada passageiro tem direito a levar uma bagagem pequena, mochila ou bolsa de até 10 kg, além de um volume de mão.

Como fica o valor das passagens aéreas com as novas regras de bagagens da ANAC?

As companhias aéreas brasileiras, alegam que com a não obrigatoriedade da franquia de bagagens, a tendência é que os descontos nos preços de passagens aéreas se tornem muito mais significativos!

Aqui na Viajar Turismo, os preços de passagens aéreas para destinos nacionais e internacionais, continuam incríveis! Isso porque, a empresa se compromete a oferecer sempre os melhores preços para nossos clientes, com valores de passagens até 70% mais baixos!

Faça-nos uma visita e tire suas dúvidas sobre as novas regras de bagagens da ANAC com os nossos consultores! Teremos prazer em lhe atender!

Veja outras mudanças aprovadas pela ANAC

Novas Regras ANAC | Divulgação de taxas

As novas regras de divulgação de taxas, impõem que as companhias aéreas e agências de viagens, divulguem os preços das passagens na íntegra, junto com taxas de embarque e taxas administrativas.

Novas Regras ANAC | 24 horas para arrependimento

Anteriormente, caso um passageiro comprasse uma passagem e desistisse dela antes do voo, estaria sujeito a receber a aplicação de um multa sobre o valor de sua passagem. Com as novas regras da ANAC, é possível desistir de uma passagem aérea em até 24h após a compra (para emissões realizadas em até 7 dias antes do voo).

Se a compra foi realizada pela internet, o prazo para cancelamento é também de 7 dias. Neste caso, a companhia é obrigada a anular e realizar o reembolso integral do valor pago.

Novas Regras ANAC | Alterações de horário de voo

As novas regras da ANAC concernentes às alterações de horários de voo, garantem a possibilidade de remarcação, ou mesmo reembolso de qualquer voo que sofrer atrasos maiores do que 15 minutos.

Novas Regras ANAC | Uso do voo de volta

Anteriormente, as regras para bilhetes comprados como ida e volta eram claras: se você perdesse o voo de ida, automaticamente os voos seguintes eram cancelados.

Com as novas regras da ANAC, caso você perca o voo de ida, ainda poderá utilizar o voo de volta. Para isso, será necessário avisar a companhia aérea escolhida antes do horário de partida do voo de ida. A multa e possíveis diferenças de preços, só incidirão sobre o novo voo de ida.

E então, deu para ficar pode dentro das novas regras de bagagens ANAC e demais mudanças no cenário da avião civil brasileira? Realmente, o Brasil vem andando na linha do que já é tendência no exterior, resta saber apenas se as mudanças serão vantagem em âmbito nacional, assim como são internacionalmente, não é mesmo?

Se ainda restou alguma dúvida, entre em contato com os nossos agentes de viagem. Caso esteja em BH ou região, faça-nos uma visita! Estamos à sua disposição para atendê-lo e ajudá-lo a encontrar um pacote de viagem para os melhores destinos do mundo!